Metallica: Será que o mundo precisa de um disco novo da banda?




Desde os anos 90 que os lançamentos do Metallica sempre causam polêmicas entre os fãs e admiradores do metal. A banda se estabeleceu como a mais bem sucedida do gênero e seus álbuns antigos vendem mais que aqueles lançados atualmente por outras bandas.

As polêmicas começaram com a mudança de sonoridade do Black Album e se intensificaram quando a banda ficou mais comercial em Load e Reload, os lançamentos seguintes não melhoraram a situação, O Garage Inc. trouxe covers com uma pegada de Rock ainda comercial e quando parecia que a banda havia retornado a sua pegada Thrash Metal  novamente, veio o St, Anger que trouxe uma enxurrada de críticas pela sua produção com a caixa da bateria parecendo uma latão de tinta. O Death Magnetic em 2008 foi bem aceito pelo público, mas a Megalomania falou mais alto novamente e a banda mais uma vez estragou a produção do álbum arruinando a masterização tentando deixar o álbum o mais alto possível. Os pontos positivos ganhos com o Death Magnetic foram perdidos no horrível e incompreendido Lulu, projeto em parceria com o musico Lou Reed.

Apesar de tudo a banda continua no topo, é a referência do estilo para o público geral, Headliner de vários grandes festivais mas não parece ter a mesma pegada e foca seu repertório nos clássicos dos anos 80. A cada novo lançamento os fãs esperam um Metallica mágico como aquele dos anos 80, mas isso com certeza não vai acontecer. A banda lançará o Hardwired to Self-destruct e até o momento a reação a primeira musica divulgada pela banda, Hardwired, foi bem dividida, a impressão que dá é que a banda não tem mais chance de agradar os fãs ou melhorar sua imagem. Moth into Flame, segundo single, é mais decepcionante um pouco, uma composição mais thrash com arranjos mais melódicos e refrão mais grudento. 


Prevejo muita treta na internet por causa deste novo álbum, mas essa história ainda esta longe de acabar e o álbum ainda pode trazer boas surpresas.



1 comentários:

É o que me deixa intrigado,essa banda meio que se desleixaram,pararam no tempo em questão de técnica,melodia,arranjos e detalhe o som deles estão longe de soar próximo dos discos antigos até o black album parace que estão nos anos 90 até 2006..ou seja não inovam e nem voltam a tal 'Raiz"...mas o principal pra mim que caiu é o que citei primeiramente,uma músico sempre precisa analisar sua performance e seu nível de criatividade sempre procurar melhorar...esses caras não ligam.

2 de out de 2016 18:51:00 comment-delete

Postar um comentário