Joey Jordison abre jogo na Metal Hammer e diz que foi demitido de forma covarde



Joey Jordison de volta abre o jogo com a revista Metal Hammer sobre o que rolou em sua saída do Slipknot:


"Sem reunião de banda? Não. nada dos empresários? Não, nada. Tudo que eu recebi foi um e-mail idiota dizendo que eu estava fora da banda que eu ralei minha vida toda para criar.
Foi exatamente isso que aconteceu e eu fiquei magoado. Eu não merecia aquilo depois de tudo que eu fiz e de tudo que eu passei.
eles ficaram confusos com relação a meu problema de saúde e claro nem mesmo eu sabia o que era no início. Eles acharam que eu estava afundado nas drogas e eu não estava de forma alguma.
Eu passei por tantas coisas com estes caras e eu os amo muito. Doeu muito a forma que tudo aconteceu, não foi o certo. Isso é tudo que eu queria dizer. A forma como eles fizeram foi covarde. Foi fodido.
Honestamente, eu não estou tentando ser dramático, mas se aconteceu eu gostaria que nos reuníssemos. Eu gostaria de ver eles, apenas abraçá-los e sentir a energia que tínhamos quando éramos jovens e famintos e tudo aquilo.
Gostaria que nos abraçássemos e conversássemos e fizéssemos tudo aquilo que estamos acostumados a fazer.... mas isso teria que ser pessoalmente. Se isso acontecer, seria fantástico, mas só o tempo vai dizer.

Jordison ainda disse o que achou do ultimo álbum da banda:

"Eu ouvi o álbum todo várias vezes. E eu acho ótimo. É muito legal e eu estou feliz que eles seguiram em frente". 

1 comentários:

É, sacanage existe em todos os lugares !

21 de jun de 2016 13:55:00 comment-delete

Postar um comentário